A Fluidodinâmica Computacional (CFD) aplicada na construção civil


A construção de um edifício é uma tarefa difícil que consiste em diversas etapas e requer a contribuição das mais variadas áreas de conhecimento. Ao mesmo tempo, ela também envolve muitas responsabilidades e incertezas.

Diferente da indústria de bens de consumo, onde um produto pode ser ajustado quando necessário, cada construção é única e necessita atender tanto os requisitos técnicos quanto os desejos do cliente.

Nesse ambiente desafiador, a Fluidodinâmica Computacional (CFD) vem se tornando uma ferramenta efetiva que ajuda arquitetos e engenheiros civis a mitigar as incertezas e tomar decisões mais informadas já no começo do projeto. A simulação computacional CFD ajuda a prever a performance física de uma construção em diferentes cenários, como por exemplo, rajadas de vento.


Os benefícios de se utilizar CFD


As decisões nos primeiros estágios de um projeto são cruciais para determinar os custos de um empreendimento, por isso é muito importante que as decisões sejam tomadas com base em informações precisas.

No entanto, o orçamento não é tudo. Um projeto amplamente testado e simulado, além de reduzir o risco de falhas, pode potencialmente reduzir o consumo de energia e entregar uma performance mais sustentável.

As decisões cruciais podem ter vários aspectos: previsão de cargas durante rajadas de vento; segurança e prevenção de incêndio; dispersão de poluentes ou até mesmo o conforto térmico dos habitantes do imóvel.


Rajadas de ventos

Quanto mais alto e complexo um edifício, mais ele está sujeito ao risco de ser afetado pelo vento. Em regiões com ventos fortes até mesmo construções comuns devem levar em conta as cargas causadas pelas rajadas de vento.

Neste cenário, a simulação numérica é uma grande aliada para avaliar tanto os efeitos estáticos quanto os dinâmicos do vento na estrutura auxiliar o engenheiro a otimizar o projeto e mitigar seus efeitos.


Dispersão de poluentes

A simulação é amplamente utilizada na análise de escoamento de ar e concentração de monóxido de carbono (CO) no subsolo de edifícios (garagem). Os resultados da simulação computacional são utilizados para dimensionar o sistema de exaustão e garantir a segurança das pessoas que circulam pelo local.


Segurança contra incêndios

Através de softwares de simulação é possível visualizar a dispersão de gás e a distribuição de temperaturas por diversos ângulos. Esse tipo de análise permite que o engenheiro tenha uma visão geral e mais real de cenários de incêndio ao longo do tempo, além de possibilitar a visualização dos efeitos gerados pela dispersão da fumaça e temperaturas.

O CFD é um grande aliado para otimizar projeto de imóveis garantindo mais segurança para seus moradores no caso de algum acidente.


Conforto térmico

O conforto de seus habitantes é um dos objetivos mais importantes no projeto de um imóvel. Vários estudos mostram que o correto dimensionamento da ventilação em um escritório tem um grande efeito na performance de um empregado.

Quando os engenheiros avaliam como otimizar o conforto humano eles consideram duas possibilidades: ventilação natural ou forçada. A simulação computacional permite que o cenário para cada uma das hipóteses seja testado e a melhor solução selecionada.


O CFD na construção civil


Com os avanços da computação e o desenvolvimento de softwares de CFD modernos, simular um projeto não é mais algo extremamente demorado ou caro.

Softwares como o NumerCFD permitem que empresas saiam do modelo CAD até os resultados da simulação em questão de dias. Além disso, serviços de consultoria permitem que a sua empresa utilize a simulação mesmo sem nenhum conhecimento prévio.

CFD é um investimento que pode economizar muito tempo e dinheiro da sua empresa no longo prazo, evitando que modificações tardias no projeto precisem ser executadas.